08/09/2008

Cavalera


A banda mineira Sepultura é um dos maiores nomes do metal em todos os tempos, e ao meu ver foi também a responsável por apontar os caminhos seguidos pelo metal recente, de Slipknot a System of Down. Acontece que aqui em Brasília, bem antes dos mineiros começarem a ensaiar em suas garagens - a banda foi formada em 1983 -  já existia uma outra com o mesmo nome.

Desde meados da década de 70, a banda formada por Eduardo Primeiro (guitarras e vocais) e Magú Carta-branca (vocais e efeitos sonoros) com o apoio dos músicos Rogério Colares (bateria), Mano (guitarrista) e Macarrão (baixo) já se chamava Sepultura, batizada em homenagem ao nome da equipe de som que reunia os integrantes. O som desse Sepultura de Brasília flertava com os medalhões setentistas como Led Zeppelin, Black Sabbath ou Deep Purple. Suas letras em português seguiam a linha hipponga de sua época. Nada a ver com o peso e a velocidade de seus xarás mineiros.

A banda soube agüentar o tranco de ser chamada de oportunista - o motivo foi um processo movido contra o homônimo mais famoso. e chegou a colocar no mercado uma coletânea que trazia copilados os LPs A Verdadeira Sepultura, de 1990, e Instrumental Project, de 1994.


2 comentários:

  1. Só para lembrar que Brasília, além de Sepultura, também teve Oasis e Nirvana... hehe

    ResponderExcluir

O Rock Brasília, desde 1964 conta com sua ajuda e suas sugestões para se aperfeiçoar. Comenta aí!

ATENÇÃO! Como a moderação está ativada, pode ser que demore uns minutinhos pro comentário aparecer. Palavras de baixo calão e críticas que nada tenham a ver com o contexto da postagem serão limados sem dó.

Valeu pela participação.

Renato Nunes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts with Thumbnails